Marcelo Crivella critica abordagem da Revista Veja à teoria da evolução


“Não há provas conclusivas de que aja qualquer indício na natureza de que uma espécie possa gerar outra espécie”, declarou o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), ao criticar reportagem de capa da revista Veja desta semana, intitulada “Uma guerra de 150 anos - Por que Charles Darwin não conseguiu expulsar Adão e Eva dos livros escolares”. Segundo o parlamentar, a revista tratou o assunto com arrogância ao defender uma tese que não é unanimidade entre os cientistas.

O senador pelo Rio de Janeiro criticou o fato de sequer a revista ter concedido espaço a cientistas que discordam da teoria evolucionista, como os que debatem o tema no site Dissent From Darwinism. Segundo Crivella, mais de 700 cientistas participam das discussões, alguns deles agraciados com o Prêmio Nobel.
A teoria evolucionista também depende de as pessoas acreditarem em um milagre. O surgimento da vida a partir de uma ameba traz questionamentos, como por exemplo: e a ameba surgiu de onde? Eu sou criacionista, creio em Deus, acredito que o universo foi criado por uma força sobrenatural, por um Deus. Creio de todo o meu coração - afirmou Marcelo Crivella.

Se a doutrina evolucionista estivesse correta, defendeu Crivella, os arqueólogos já teriam encontrado fósseis de seres metade anfíbio e metade ave ou peixe, ou até mesmo um com características de homem e macaco.
- Onde está esse elo perdido? - indagou.

Fonte: Senado Federal

Concordo plenamente com o senador e vejo com muita preucupação a forma irresponsável e desonesta que a revista Veja e outros meios de comunicação tem abordado o tema. Querem enfiar goela abaixo da população uma teoria que não tem unanimidade nem no meio científico. Oremos pelo Brasil!! Que Deus levante os profetas que se moverão nos meios de comunicação!!!


Um abraço e Shalom!!!

Calouro vítima de trote é socorrido em coma alcoólico no interior de SP

Irmãos não podemos ver os futuros administradores e líderes da nossa nação sendo gerados neste nível e ficarmos parados. Começe hoje a desertar os jovens da sua igreja a estudar e a se prepararem a fim de levar o reino de Deus as funções de liderança na nossa sociedade, antes que nossos filhos sofram as consequências das nossas atitudes!!!!


Um calouro do curso de medicina veterinária foi levado nesta segunda-feira (9) para a Santa Casa de Leme, cidade a 188 km de São Paulo, em estado de coma alcoólico, de acordo com a polícia.


O estudante de 21 anos participava de um trote aplicado por veteranos do Centro Educacional Anhanguera. Segundo informações de estudantes que presenciaram o trote, alguns veteranos teriam agredido os alunos e dado um banho nos calouros com animais mortos e estrume de animais. Os estudantes também teriam sido obrigados a comer ração de cachorro, nadar na lama e ingerir muita bebida alcoólica.


À polícia, as testemunhas contaram que o jovem estava desacordado e sentado em uma cadeira amarrada a um poste. A vítima foi chutada, caiu no chão e bateu a cabeça. Foram os alunos quem socorreram o calouro, que foi medicado e permanece em observação. A Polícia Civil informou que vai investigar o caso e procurar os autores do trote.


A diretora geral do Centro Educacional Anhanguera, Viviani Gomes, informou que repudia o que aconteceu e também vai abrir um processo administrativo para averiguar o caso e identificar os autores, que poderão ser expulsos do centro.

(fonte:G1.globo.com.br)

Evangélicos se unem contra pedofilia em grande evento

Evangélicos de várias partes do país vão se unir, no próximo dia 09, na Praia da Costa, em Vila Velha, para um manifesto contra a pedofilia. Além dos shows com cantores cristãos, o deputado federal Frank Aguiar e a dupla sertaneja Gean e Giovane completarão a noite do “Todos contra a Pedofilia”.
O evento é organizado pelo senador Magno Malta. Ele é presidente da CPI da Pedofilia no senado. Na ocasião, estarão presentes os cantores Fernanda Brum; Daniel e Samuel; Rayssa e Ravel; Rodrigo Maneiro; Tempero do Mundo; Cristina Mel; Gean e Giovani; Deputado federal Frank Aguiar; Netinho de Paula e outras atrações.
CPI
O senador Magno Malta (PR - Espírito Santo), presidente da CPI da Pornografia Infantil na Internet, mais conhecida como “CPI da Pedofilia” participou do 3º Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes comemorou a sanção do presidente Lula, que modificou os artigos 240 e 241 do Estatuto da Criança do Adolescente (ECA - Lei 8.069/1990)), que aumenta a punição tanto para pessoas que produzem , quanto para aquelas que armazenam material pornográfico infantil e disponibilizam em meio eletrônico como internet.

“Essa é uma etapa vencida”, disse ele durante coletiva à imprensa. Entretanto, ele quer muito mais e os próximos passos da CPI da Pedofilia serão propor uma série de mudanças no trato com o “abusador sexual”, que passam desde a tipificação de pedofilia como crime, no Código Penal Brasileiro; penalidade máxima e sem direito à progressão, até rastreamento eletrônico para o resto da vida, no caso de abusadores condenados, dentre muitas outras medidas que ele esperam serem aprovadas no Plenário, “pelo fato de a CPI ter o apoio de toda a sociedade brasileira” e o entendimento que o que está em questão é a defesa e proteção das crianças e adolescentes.

Vestindo uma camiseta na qual dizia “Todos Contra a Pedofilia”, Magno Malta conversou com a imprensa e explicou que o próximo passo da CPI será buscar a aprovação de uma série de propostas. Malta quer que o Código Penal tenha tipifique Pedofilia. Isso modifica, principalmente, o fato de pedofilia no Brasil ser considerada apenas uma doença e não um ato criminoso; uma outra lei proposta também a partir das investigações da CPI prevê que o sujeito que abusar sexualmente de criança e adolescente, de zero a 14 anos, tenha pena de 30 anos, sem direito a regime de progressão e rastreamento eletrônico - via pulseira - para o resto da vida.

Fonte: Gospel+

Estudantes Cristãos contrariam publicidade “anti-Deus” com distribuição do Evangelho

Estudantes Cristãos na Grã-Bretanha estão a participar numa distribuição do Evangelho em grande escala, em resposta aos anúncios ‘anti-Deus’ colocados em autocarros por todo o país.

Associações Cristãs de universidades de todo o Reino Unido estão a oferecer 400.000 exemplares de uma edição especial para estudantes do Evangelho de São Marcos para fazer os estudantes pensarem em Deus.

A distribuição segue o lançamento de uma aparatosa campanha ateísta promovida pela Associação Humanista Britânica (AHB) em 800 autocarros de todo o país, no mês passado.

O anúncio da AHB proclama; “Provavelmente, não há Deus. Agora, pare de se preocupar e goze a vida”, e foi aprovado pelo famoso professor ateu, Richard Dawkins.
O ateu Richard Dawkins


UCCF: thechristianunions – a organização tutelar dos Sindicatos Cristãos – disse que a elevada afluência aos seus serviços de cânticos no Natal passado foi uma indicação de que os estudantes universitários não partilham do cepticismo de Dawkins e de outros ateus.

Pod Bhogal, Gerente de Comunicações na UCCF: thechristianunions, confirmou a resposta positiva à campanha da parte de outros Cristãos. “Mais uma vez, devemos agradecer a Richard Dawkins por ter elevado o perfil de Deus”, disse ele. “O seu livro Deus: Uma Ilusão foi uma excelente plataforma para as associações Cristãs sediarem eventos onde as reclamações sobre Deus e Jesus Cristo puderam ser discutidas abertamente e, através disto, as pessoas tornaram-se Cristãs.
Agora a sua publicidade em autocarros anuncia claramente que os ateístas não podem ter a certeza. E isto, obviamente, não é um bom ponto de partida para alguém se deixar de preocupar!”

O Sr. Bhogal afiançou que a publicidade ‘anti-Deus’ iria estimular o debate sobre a existência de Deus.
“A apatia é o maior perigo espiritual neste mundo, pelo que o ateísmo militante de Dawkins faz toda a gente reflectir e conversar. Estamos-lhe gratos por manter Deus na agenda deste país.”
Estudantes Cristãos distribuirão exemplares do Evangelho de São Marcos durante os próximos dois meses.

O Sr. Bhogul disse que esta distribuição irá ajudar os alunos a “investigarem a pessoa de Jesus e a formatarem as suas próprias mentes sobre se Ele era Deus em forma humana ou apenas um impostor”.

As Associações Cristãs também estão a planear eventos de sensibilização durante todo o ano, que vão desde debates a palestras, reuniões de café, cursos Alfa e sessões de perguntas e respostas durante a hora de almoço.
Fonte: Diário Cristão / Gospel+