EIS AÍ UM APONTAMENTO QUE O REINO DE DEUS CHEGOU - RECONCILIAÇÃO!!!

Davi Sacer volta ao Ministério Apascentar Nova Iguaçu
Os ex-integrantes do Trazendo a Arca - Davi Sacer e a sua esposa, Verônica Sacer, estão de volta ao Ministério Apascentar Nova Iguaçu. Após alguns anos longe do Ministério devido a um desentendimento com a liderança da Igreja, Davi Sacer está de volta.


Esta volta ocorre após três anos do desligamento de Davi Sacer, Verônica Sacer, Luís Arcanjo, André Mattos e André Rodrigues do Ministério Apascentar e do Toque no Altar (Ministério de Louvor da Igreja).


Na época do desligamento, a esposa de Sacer alegou que a saída ocorreu por motivos de ordem administrativa. Outra alegação de Verônica foi: “O Toque no Altar virou uma gravadora, fato que não chegou ao nosso conhecimento, só descobrimos quando já estava tudo decidido, se esta é uma visão do Pr. Marcus (Gregório) nós respeitamos; mas só que não é a nossa, a essência não foi essa, Deus não nos chamou para sermos uma gravadora, mas para sermos esse grupo abençoado”.


Foi uma saída conturbada que gerou até processo judicial. Mas no dia 29 de dezembro de 2009, uma reunião encerrou a batalha judicial entre as duas partes. Os 22 processos que separavam os ministérios, foram retirados. Davi Sacer falou sobre o momento de perdão - “Deus moveu o coração, faltava uma boa conversa com os intermediadores certos. Foi tempo de Deus trabalhar. Ambas as partes, que tem ministérios abençoados, entenderam que era importante deixar para trás e continuar seu ministério servindo a Deus”, ressaltou o músicoO Pr. Marcus Gregório anunciou durante um culto, neste domingo, que o casal (presente na Igreja) está de volta ao corpo de membresia da Igreja.


Davi Sacer, Verônica Sacer e o Pr. Marcus Gregório selaram o perdão e o abismo que havia entre as partes foi fechado.

O REINO DE DEUS CHEGOU ATÉ NÓS! (PARTE 2))

2- O REINO DE DEUS NÃO É COMIDA NEM BEBIDA

É muito importante assentarmos em nossa alma que o desejo da manifestação do reino de Deus não pode jamais está vinculado a motivação de ascensão econômica, social ou política.

Agora que já aprendemos acerca dá tendência natural que existe em nós em focalizar a manifestação do reino de Deus no outro, ou naquilo que está ao nosso redor mais jamais dentro de nós podemos falar sobre a tentação que certamente virá sobre nós em possuirmos os reinos deste mundo usando como pretexto o reino de Deus, lembre-se Jesus foi tentado nesta direção, porém preferiu o reino dos céus a despeito dos reinos deste mundo.

Colocando em miúdos, não podemos permitir que nenhum projeto humano, egoísta, soberbo, GANANCIOSO, ou seja, vinculado as glórias deste mundo possa submeter nosso coração em detrimento a pureza do verdadeiro reino, talvez você me pergunte - e como saber se estamos motivados e esperando o verdadeiro reino ¿- Simples, basta saber se sua expectativa na manifestação do reino está atrelada a que. Se você espera o reino de Deus tão somente porque deseja ver a criação que geme vendo a manifestação dos filhos de Deus e então sendo transformada para o reino da luz, sem nenhuma segunda intenção, parabéns você certamente verá isto acontecendo, porém, se de alguma forma você usa o pretexto de ver as pessoas sendo iluminadas pelo reino para satisfazer seus desejos, como dizia Freud “O inconsciente”, que às vezes me parece muito consciente e planejado, cuidado, pois é bem possível que seu deus seja seu ventre, seus próprios projetos, e você seja mais um manipulador das massas em prol dos seus objetivos, o pior de tudo e que você usa uma roupagem evangélica e esta é minha pior tristeza.

Finalizando se o reino de Deus não é comida nem bebida, que aponta para os reinos deste mundo, o que é o reino de Deus¿ Rm 14:17. “Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo” Que texto maravilhoso, veja, o reino fala de uma condição de coração e caráter construída no Espírito Santo, a saber, justiça (você se preocupa com os outros ou para o outro a lei e para você a graça¿), paz e alegria (fruto do Espírito), portanto, vivamos a vida dos céus na terra, amemos na terra como fomos amados pelo céu, vivamos na verdade coerentes com o fato que por ela fomos libertos e lutemos com todas as forças para que o nosso coração seja completamente dominado pela motivação irrefutável - Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas glória pois a ele eternamente.Amém. - Rm 11:36. Deus te abençoe!!!