"...Disse Jesus..."



Os seus discípulos responderam: “Onde poderíamos encontrar, neste lugar deserto, pão suficiente para alimentar tanta gente?” “Quantos pães vocês têm?”, perguntou Jesus. “Sete”, responderam eles, “e alguns peixinhos.” Ele ordenou à multidão que se assentasse no chão. Depois de tomar os sete pães e os peixes e dar graças, partiu-os e os entregou aos discípulos, e os discípulos à multidão. Todos comeram até se fartar. E ajuntaram sete cestos cheios de pedaços que sobraram. Os que comeram foram quatro mil homens, sem contar mulheres e crianças. E, havendo despedido a multidão, Jesus entrou no barco e foi para a região de Magadã.

Mateus 15:33-39

Pensamento: Os discípulos só conseguem pensar no alimento que não têm. Jesus só quer saber do pouco que eles têm. O Senhor nunca espera nada de nós além daquilo que ele nos deu. Mas nós tantas vezes ficamos desanimados, frustrados e paralisados porque só conseguimos enxergar aquilo que não temos. Paulo, com todo o talento e a energia que tinha, provavelmente fez muito mais na prisão em cadeias do que teria feito fora livre. Será que nós estamos vendo as oportunidades que Deus está nos dando ainda hoje? Às vezes elas estão justamente nas limitações que ele coloca diante de nós, na escassez de recursos, na ajuda insuficiente e na falta de forças. São as oportunidades que ele nos dá para depender dEle. “Quantos pães vocês têm?” Jesus pergunta. Primeiro eles têm que enxergar quão impossível é a situação. Depois, têm que confiar todas as suas soluções ao Senhor. Finalmente, eles têm que seguir em fé no plano que o Senhor mandar. Na medida em que fizermos o mesmo, veremos Deus agindo e fazendo maravilhas diante dos nossos olhos. Você quer ver Deus agindo? Tem alguma situação impossível para entregar a Ele?

Oração: Meu Senhor, abra meus olhos para enxergar o que o Senhor vê. E perdoe-me quando eu só consigo ver o que não tenho. O Senhor já me entregou tudo que preciso para lhe servir, e está aqui ao meu lado para abençoar tudo que eu faço em seu nome. Obrigado, Senhor. Em nome de Jesus lhe agradeço. Amém.


"...DISSE JESUS..."

Jesus saiu dali e foi para a beira do mar da Galiléia. Depois subiu a um monte e se assentou. Uma grande multidão dirigiu-se a ele, levando-lhe os mancos, os aleijados, os cegos, os mudos e muitos outros, e os colocaram aos seus pés; e ele os curou. O povo ficou admirado quando viu os mudos falando, os aleijados curados, os mancos andando e os cegos vendo. E louvaram o Deus de Israel. Jesus chamou os seus discípulos e disse: “Tenho compaixão desta multidão; já faz três dias que eles estão comigo e nada têm para comer. Não quero mandá-los embora com fome, porque podem desfalecer no caminho”.

Mateus 15:29-32

Pensamento: A cena provavelmente parecia igual a qualquer hospital público. Centenas de doentes esperando por ajuda. Podiam ficar horas esperando, muitos começando a passar fome. Se a cura viesse, tudo que passavam seria “café pequeno”. Mas, Jesus, filho do nosso bom Pai, não fica satisfeito em apenas curar. Ele quer alimentar também. Para Jesus esse povo merece tratamento de primeira. Como nosso Deus é bom! Como ele é diferente de nós. Para nós “bom” é cumprir ou providenciar o mínimo. Para Jesus bom é dar tudo que você tem e tudo que pode, e até o que não tem e não pode. Deus sempre vai além. Para aqueles que O servem, é bom lembrar disso. Deus sempre vai além. Além das nossas expectativas. Além das nossas forças. Além do limite da nossa visão. Como nós somos abençoados quando, pela fé, deixamos ele ir além! Tem algo em que sua visão pode estar limitando a ação de Deus? Tem algo onde Deus pode ir além, mas, você ainda não o deixa? Deus pode fazer muito mais do que você imagina, mas você tem que deixar tudo nas mãos dele. Isso requer tanta fé. Talvez foi por isso que ele disse que a obra que Deus espera de nós - é simplesmente crer em Jesus (João 6:29). Ore para crer. É isso que mais precisamos.

Oração: Pai amado, graças lhe dou porque o Senhor tem muito mais do que pena de nós. O Senhor sente o que sentimos, e compreende o que passamos. E o Senhor jamais nos deixa ficar onde estamos. O Senhor quer nos levar ao Céu e é para lá que iremos, se ao menos conseguirmos confiar no poder do Senhor de ir além. Em Jesus nós temos nosso representante pessoal diante do trono do Soberano. Obrigado por Jesus e tudo que ele faz por nós. Em nome do Rei oramos. Amém.
FONTE: HERMENEUTICA.COM

"...Disse Jesus..."

 
Pensamento: A grande tragédia de tantas pessoas que têm contato com Jesus é que, como ele disse "ouvindo, não ouvem, nem entendem" (Mt 13:13). Esta mulher, de um povo pagão, provavelmente com pouca instrução e talvez nenhum contato com a Palavra de Deus, entendeu exatamente o que Jesus estava dizendo. Ela compreendeu que Jesus tinha uma missão e que ele tinha que dar prioridade àquela missão. Ela aceitou tudo que Jesus disse, por mais humilhante que tenha sido para ela. Ou seja, ela aceitou a condição necessária de todo súdito do Reino - pobreza de espírito. No entanto, ela não deixou de pedir ajuda. Por quê? Porque ela entendeu a outra parte da equação do Reino - Deus é grande, mas ele também é bom! Qual o grande feito da mulher cananéia? Ela escutou atentamente aquilo que Jesus estava dizendo e aceitou sua condição perante ele. Quão poucas pessoas fazem isso! Quantos não querem se justificar, se defender, se exaltar? Esta mulher pagã escutou, procurou entender e se lançou a mercê do Senhor. Isso impressionou tanto Jesus porque tão poucas pessoas estão realmente escutando atentamente às palavras dEle. Tão poucas pessoas compreendem seu lugar, ou quão distantes estão de Deus. E tão poucos entendem quão grande é o amor dEle para poder nos salvar! Algo tão simples, e tão raro que até Deus se impressiona quando vê. Você lembra quando entendeu isso? Será que não é hora de relembrar, e hora de ajudar alguém que você conhece que ainda não entendeu? 

Oração: Amoroso Pai, obrigado pelo entendimento que o Senhor nos deu, do nosso lugar, da grandeza do Senhor e da imensidão do amor de Jesus para conosco. Que possamos estar sempre cientes disso tudo e que possamos ajudar outros a entenderem este, o mistério da fé. Em nome de Jesus oramos. 

Fonte: http://hermeneutica.com/jd/